Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

Após três anos em queda, o abate de bovinos cresceu 3,8% no ano passado, atingindo 30,82 milhões de cabeças de gado. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na avaliação do IBGE, o resultado é uma demonstração de força da pecuária, que enfrentou um ano desafiador em 2017 e, ainda assim, conseguiu vencer as adversidades.

“Foi um ano desafiador para a pecuária por conta da demanda ainda enfraquecida no mercado interno e da operação da Polícia Federal Carne Fraca”, explicou a gerente de pecuária do IBGE, Angela Lordão. Ela citou o aumento de 12,1% nas exportações de carne bovina como um dos principais fatores que levaram à alta nos abates.

Carne Suína

Pela primeira vez desde 2008, a variação no crescimento de abate dos bovinos no ano passado foi maior que o de suínos. No entanto, o abate de carnes de porco avançou 2% e atingiu 43,2 milhões de cabeças, uma marca recorde. Esse resultado pode ser explicado pela supersafra agrícola, que derrubou o preço das rações e contribuíram para o aumento na atividade dos produtores.

Foto Capa: Rosana de Carvalho
Jornalismo Portal Panorama

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Novo Mundo AQ728x90

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here