Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

No final de 2017, uma constatação feita pelos pecuaristas e agropecuaristas do estado de Goiás, foi uma queda de 4,3% em relação ao seu poder de compra, se comparado ao que se tinha em janeiro do mesmo ano. Esse aumento está associado ao fato de que entre o intervalo de tempo referido, as cotações das categorias de reposição subiram a quase 10%. Os preços acumularam baixa, no primeiro semestre, mas depois se recuperaram novamente.

Mesmo que os preços do boi-gordo tenha tido um bom aumento ao longo do ano, este aumento não manteve uma relação de troca positiva quanto ao recriador/invernista, que saiu prejudicado.

As expectativas para este ano são de que as cotações não tenham forças para atingirem alta, já que a intensificação de retenção de fêmeas, trouxe uma visão negativa do mercado de reposição.

Caren Cris Oliveira Tenório
Foto: Rosana de Carvalho
Jornalismo Portal Panorama

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Novo Mundo AQ728x90

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here