Saúde e Bem Estar

Chá de hibisco ou de matchá: qual é o melhor para você?

Foto: Vânia Santana / PaNoRaMa
Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

Matchá e hibisco são os maiores hits entre quem deseja manter ou secar o shape. Descubra as diferenças e semelhanças entre as ervas e escolha a sua preferida. Geladinhas, as bebidas ainda ajudam a refrescar naqueles dias mais quentes.

Matchá

Se você resiste ao amargo do chá-verde, prove o matchá. Ambos são extraídos da mesma planta, a Camellia sinensis, mas o sabor do segundo é mais suave e concentra até 40% mais ativos, segundo a publicação American Journal of Clinical Nutrition. A diferença tem a ver com o tipo de colheita: um mês antes, os canteiros são cobertos para que, sem luz solar, a planta se defenda produzindo mais clorofila. Depois disso, as folhas são secadas e moídas. “Elas viram um pó bem fino e com um teor elevado de cafeína e catequina, que aceleram o metabolismo”, diz a nutricionista Renata Amorim, do Rio de Janeiro.

O matchá ainda oferece L-teanina, um aminoácido que ajuda a reduzir a ansiedade e, com isso, a compulsão alimentar. Mas nada de dobrar a dose: consuma no máximo 20 gramas, o equivalente a uma colher de sopa, ao dia. “Dilua essa quantidade em 1 litro de água – ou em 2 para um chá mais suave”, sugere a nutricionista Danielle Barioni, de Londrina (PR).

Mais do que isso, pode comprometer o sono e até alterar a pressão sanguínea. Como o pó não precisa ser imerso na água quente para liberar os ativos, dá para adicioná-lo diretamente ao suco e ao iogurte ou usar em receitas de sorvete e bolo.

O que mais ele faz por você
    
Seca a barriga

As responsáveis pela ação termogênica do matchá são as catequinas. “Elas elevam o gasto calórico e, assim, forçam o corpo a queimar as reservas de gordura como fonte de energia”, diz Renata. É por isso que combinar o chá a um treino aeróbico reduz a gordura abdominal, segundo um estudo da Sociedade Americana de Nutrição Clínica.

Melhora a performance

O matchá é um parceiro 
e tanto se você estiver se preparando para correr uma meia maratona. Consumido diariamente por dez semanas, ele tem o poder de melhorar até 24% a performance
 em treinos de resistência (corrida de mais de uma hora, pedalada longa…), segundo dados publicados no American Journal of Physiology-Regulatory.

Hibisco

Você prefere o azedinho desse chá? É uma boa escolha para combater a retenção hídrica e, assim, baixar o peso na balança. “Esse efeito do hibisco vem de um conjunto de taninos e polifenóis da família das procianidinas
– fitoquímicos que estimulam os rins a eliminar as impurezas e o excesso de líquido, aliviando o inchaço”, afirma a nutricionista Vanderli Marchiori, presidente da Associação Brasileira de Fitoterapia (Abfit).

Outros componentes (enzimas e mucilagens) da planta agem em áreas diferentes. No estômago, facilitam a digestão; no intestino, impedem parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos. Diferentemente do matchá, o hibisco não tem cafeína e, por isso, pode ser consumido à noite. Aliás, se você tem insônia, beba uma xícara antes de dormir. A vitamina C presente na flor reduz a pressão na parede dos vasos sanguíneos, o que favorece a circulação e leva a uma sensação de relaxamento.

A indicação é utilizar no máximo uma colher de sopa por dia – coloque em 1 litro de água fervente, ou em 2 se quiser um chá mais suave. Deixe no fogo por mais 5 minutos e abafe por outros 10. “A água quente é essencial para que a planta libere os ativos”, diz Renata. Mas não tem problema resfriar o líquido depois e tomar gelado. Detalhe importante: a infusão é feita com as flores e os botões do Hibiscus sabdariffa, espécie distinta daquela comum nos jardins. Confira o nome científico no rótulo, ok?

O que mais ele faz por você

Queima gordurinhas

Beber o chá de hibisco com frequência reduz a capacidade das células adiposas de acumular gordura, segundo um experimento da Universidade Chung-Shan, de Taiwan.

Adia as ruguinhas

A vitamina C e outras substâncias antioxidantes presentes na planta combatem o excesso de radicais livres e, com isso, protegem as células do envelhecimento precoce e de algumas doenças.

O Hibisco pode ser encontrada na CERRADO ALIMENTOS NATURAIS “Jataí/Goiás”, localizada na Rua Anhanguera, 615 – centro (64) 3631-8387.

Fonte: Boa Forma / Foto: Arquivo Portal PaNoRaMa
Jornalismo Portal Panorama

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top