Cães & cia

Comportamento Animal e Florais

Foto: Divulgação/Internet
Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

Colunista: Jackelyne Dutra – CRMV-GO 05767

A terapia floral foi decodificada pelo DR. Edward Bach, por volta de 1930.

Em 1923, esse médico britânico, convencido de que a medicina tradicional não era seu caminho, e que deveria procurar remédios na natureza. Em 1934, Bach finalizou a descoberta dos 38 remédios florais que formaram sua nova medicina. Sistema médico, que desde 1976 foi reconhecido e recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Brasil existem 13 conjuntos de essências florais. O objetivo da terapia floral é o equilíbrio das emoções. As essências florais foram usadas não apenas para tratar as reações emocionais às doenças, como também os temperamentos que favorecem o eventual surgimento de patologias. Normalmente, obtém-se muito sucesso nos tratamentos de padrões crônicos de perturbações emocionais e distúrbios de personalidade utilizando florais.

Na veterinária, os florais são utilizados para tratar desde alterações emocionais sutis até distúrbios de comportamento. Para tratar animais com agressividade, medo, dificuldades de aprendizado e compulsões, é muito importante entender as emoções presentes atrás da queixa, pois cada indivíduo se manifesta de forma diferente.

É fundamental o conhecimento do comportamento natural da espécie, aliado a uma observação aguçada dos hábitos do animal e uma boa dose de compaixão.

Muitos dos traços dos temperamentos dos animais não são deles, mas fruto de um condicionamento com a raça humana. Portanto, devemos observar se o que pretendemos tratar neles foi desencadeado pela nossa conduta. Muitas das vezes, mudando a nossa postura, resolvemos muitos dos distúrbios comportamentais que observamos nos animais, principalmente, devido à maior proximidade, nos de companhia

Os florais são seguros, baratos, de fácil uso, e selecionados de acordo com as necessidades individuais específicas. Existem várias formas de utilização dos florais para os animais: gotas diretamente na boca, borrifado no ambiente, gotas colocadas em medicamentos endovenosos, esfregado na boca ou narinas, vaporizado na face, via pomadas ou óleos de massagem, etc.

Na maioria das vezes os animais necessitam somente dos Florais de Bach, pois eles obtém resposta quase que imediata e surpreendente. Isto ocorre porque o “corpo emocional” dos mesmos é bem mais fácil de ser lido do que o do humano. Estes florais são bastante eficientes, e assim que o conflito é identificado e os remédios administrados, há frequentemente uma melhora evidente e, em alguns casos, uma recuperação completa.

“A ação desses remédios consiste em elevar nossas vibrações e abrir nossos canais para a recepção do Eu Espiritual, inundando nossa natureza com a virtude particular de que precisamos, e expurgando de nós o erro que causa o mal. Elas são capazes, como uma música bonita ou qualquer outra coisa gloriosa, que nos eleva e inspira, de alçar nossa própria natureza, de aproximar-nos de nossa alma e, por esse mesmo ato, de dar-nos paz e aliviar nossos sofrimentos. Elas não curam atacando a moléstia, mas inundando-nos o corpo com as formosas vibrações de nossa Natureza Superior, na presença das quais a moléstia se derrete, qual neve ao calor do sol.” (Edward Bach)

Procure um Médico Veterinário para prescrever o floral para seu animal. Ele é o profissional mais indicado, pois compreenderá se o distúrbio é patológico, da espécie ou próprio da raça. Podendo fazer uma ampla anamnese e chegar a um tratamento efetivo.

Colunista: Jackelyne Dutra – CRMV-GO 05767
Jornalismo Portal Panorama

Aviso importante:
O conteúdo exibido nesta seção (COLUNA), apresenta caráter meramente informativo. O Portal PaNoRaMa não se responsabiliza pelo conteúdo dos colunistas que assinam cada texto, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal PaNoRaMa se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins.

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top