Agronegócio

Alimento utilizado em ração animal é a nova pedida para controlar diabetes

Foto: Vânia Santana / PaNoRaMa
Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

Conhecido por sua utilização na alimentação animal, o sorgo é um cereal que pode contribuir para a manutenção do índice glicêmico, segundo pesquisa desenvolvida na Universidade Federal de Viçosa (UFV) em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A nutricionista Pamella Cristine Anunciação estudou o assunto durante seu doutorado na UFV e explica a relevância da descoberta: “O controle glicêmico é essencial para prevenir a manifestação de diabetes em indivíduos predispostos e o desenvolvimento de outras complicações associadas à doença”.

Um artigo da autora foi publicado no Jornal de Nutrição da Europa e revela que a inclusão do sorgo na dieta pode manter a glicemia constante, algo essencial para pessoas com diabetes e pré-diabetes. Pamela Anunciação explica como o sorgo auxilia na digestão:

“As fibras dietéticas chegam intactas ao intestino, e, assim, o esvaziamento gástrico é mais lento, diminuindo a taxa de digestão e absorção dos carboidratos”, detalha.

Cultivo de sorgo: produção
A descoberta pode ser um impulso ao cultivo, que vem reduzindo em todo o país. Segundo dados da Embrapa, Goiás é o maior estado produtor, mas a produção que aumentou 93% entre 2009/10 e 2010/11 reduziu sucessivamente nos anos seguintes, resultando em 707,6 mil t em 2013/14.

No Paraná, de 2006 a 2012, o cultivo do sorgo passou de quase 12 toneladas por ano para 6,7 em 2012. Após esse período, não há informações oficiais da Embrapa sobre o cultivo no estado.

Fonte: Gazeta do Povo
Jornalismo Portal Panorama

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top