Saúde e Bem Estar

Depressão: Um dos males do século 21

Foto: Vânia Santana / PaNoRaMa
Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica, ou seja, persiste por mais de seis meses e não se resolve em um curto espaço de tempo. Ela é muito recorrente, influencia o humor da pessoa levando a um estado patológico de tristeza. Muitas vezes a depressão é tratada como frescura, preguiça, falta de vontade, uma tristeza banal, porém, a banalização de um quadro depressivo pode ser um agravante para o mesmo.

E como ela se devolve? Quais suas principais causas? A depressão é um transtorno multicausal e que pode apresentar várias origens, fatores genéticos e hereditários, fatores neuroquímicos, causas ambientais, sociais e emocionais. Alguns fatores podem atuar como gatilho para as crises depressivas, como: a perda de um ente querido, episódios traumáticos da infância ou vida adulta, uso de drogas lícitas (ex.: álcool, cigarro) e ilícitas (ex.: maconha, cocaína), exaustão psicológica ou física, dentre outros fatores.

A depressão possui diversos sintomas que podem variar conforme o grau do quadro, os principais são: humor depressivo (muita tristeza, desânimo, vê o mundo de forma negativa, não possui perspectivas e esperança), desinteresse por atividades que antes lhe eram prazerosas (em todos os âmbitos, pessoal, profissional e social), problemas com o sono (insônia ou sono excessivo durante o dia), mudanças no apetite, falta de concentração, ansiedade, irritabilidade, angustia, desejo de morrer, ideias suicidas, dores no corpo e cabeça, entre outros. Para ser caracterizado como um quadro depressivo, os sintomas devem persistir por 2 semanas ou mais.

O diagnóstico de um quadro depressivo deve ser realizado por um profissional especializado e o tratamento vai variar de acordo com o grau do quadro. Por ser uma doença crônica é necessário que o tratamento seja realizado de modo sistemático a fim de se obter resultados e melhora. A terapia é muito significativa nesses casos, pois como a depressão é algo que vai acompanhar a pessoa pelo resto da vida, é necessário aprender a lidar com ela e com as novas condições que esse quadro impõe.

O quadro depressivo pode ocorrer em qualquer etapa da vida, infância, adolescência, fase adulta, velhice e os sintomas vão variar de acordo com cada pessoa e cada quadro. Ela é uma doença como outra qualquer, não deve ser banalizada, considerada como sentimentalismo, falta de vontade, marasmo ou loucura. Se você tem se sentido desanimado, com uma tristeza sem causa específica, uma tristeza que não passa, ou alguns dos sintomas citados acima, por mais de 2 semanas, procure um profissional pois o diagnóstico precoce é muito importante para que a vida volte ao habitual o quanto antes.

Essa coluna destina-se a esclarecer e desmistificar a psicologia como área de trabalho, não apenas para os ditos “loucos”, mas para mostrar que a manutenção da saúde mental ajuda no bem-estar cotidiano, proporcionando uma vida melhor e mais ativa.
Telefone para contato e mais informações: 64 9 9606-9313 e 64 9 8454-4392.
Facebook: https://www.facebook.com/psicolaris/?ref=aymt_homepage_panel

Colunista: Joice Veridiane Schumacher
Sócia proprietária da Psicolaris – Atendimento Domiciliar e saúde mental.
Psicóloga, formada pela Universidade Federal de Goiás, CRP – 09/10511

Aviso importante:
O conteúdo exibido nesta seção (COLUNA), apresenta caráter meramente informativo. O Portal PaNoRaMa não se responsabiliza pelo conteúdo dos colunistas que assinam cada texto, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal PaNoRaMa se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins.

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top