Notícias

Quem Precisa Fazer Psicoterapia?

Foto: Vânia Santana / PaNoRaMa
Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

Antes de responder à pergunta que dá título ao texto, vamos esclarecer o que é psicoterapia. A psicoterapia é o atendimento realizado por um (a) psicólogo (a), em um espaço apropriado que é chamado de setting, esse deve ser um lugar em que o paciente se sinta seguro e livre para expressar-se da maneira como preferir, falar sobre seus comportamentos, sentimentos, fatos que lhe causam sofrimento do modo como achar mais propício.

A psicoterapia é um processo de autoconhecimento, tem como função central auxiliar as pessoas a compreenderem de forma mais clara suas escolhas, os momentos de sofrimentos pelos quais passam, comportamentos, sentimentos, e obterem mais segurança e aceitação a respeito disso.

Muitas vezes somos orientados a buscar um psicólogo, a fazer psicoterapia, porém, em grande parte das vezes não levamos em consideração esse tipo de orientação, por não saber do que se trata esse processo, resistindo em recorrer a este tipo de serviço, por julgar não ser necessário no momento ou até mesmo por preconceito, por acreditar que psicólogo, psicoterapia sejam coisas para “maluco”, mas afinal, quem deve fazer psicoterapia?

Qualquer indivíduo pode fazer psicoterapia, independente de faixa etária, situação socioeconômica, ou gênero. Ela é indicada para população em geral, pois pode favorecer as pessoas de várias formas, no entanto, devido a crença de que psicoterapia é coisa para “maluco” muitas pessoas deixam de buscar o serviço e se beneficiar dele.

O processo psicoterapêutico pode ser benéfico em vários casos, como para quem estiver passando por algum tipo de sofrimento emocional, quando não conseguimos compreender por que determinado sentimento ou comportamento nos incomoda e em consequência nos culpamos ou entramos em sofrimento por isso; dificuldades em relacionamentos sejam eles amorosos, familiares, amizades, no trabalho e outros; orientação profissional, pode ser um auxílio para se encontrar profissionalmente; quando se está passando por um momento de crise onde não se sabe o que fazer, como agir, como seguir em frente; em situações de adoecimento psíquico ou mesmo pode-se buscar este tipo de serviço para crescimento pessoal.

Durante o processo psicoterápico o (a) psicólogo (a) não está ali para emitir julgamentos de valor a respeito das situações que você está passando, sobre o que você vai relatar. A função deste profissional dentro deste processo é te auxiliar a chegar as suas próprias conclusões, ele não vai te dar conselhos de como você deve agir ou o que você deve fazer, mas sim, ajudar você mesmo encontrar as respostas que procura e a compreender o que lhe tem causado sofrimento e por que lhe causa sofrimento.

Essa coluna destina-se a esclarecer e desmistificar a psicologia como área de trabalho, não apenas para os ditos “loucos”, mas para mostrar que a manutenção da saúde mental ajuda no bem-estar cotidiano, proporcionando uma vida melhor e mais ativa.
Telefone para contato e mais informações: 64 9 9606-9313 e 64 9 8454-4392.
Facebook: https://www.facebook.com/psicolaris/?ref=aymt_homepage_panel

Colunista: Joice Veridiane Schumacher
Sócia proprietária da Psicolaris- Atendimento Domiciliar e saúde mental.
Psicóloga, formada pela Universidade Federal de Goiás, CRP – 09/10511

Aviso importante:
O conteúdo exibido nesta seção (COLUNA), apresenta caráter meramente informativo. O Portal PaNoRaMa não se responsabiliza pelo conteúdo dos colunistas que assinam cada texto, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal PaNoRaMa se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins.

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top