Geral

Sisu terá 171 mil vagas em cursos superiores; inscrição abre segunda

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!

O número de vagas em cursos superiores disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que terá as inscrições abertas de segunda-feira (6) até sexta-feira (10), será 33% maior em relação ao processo seletivo do início de 2013. Segundo levantamento feito pelo G1com base nos dados disponíveis no site do Sisu, a edição do primeiro semestre deste ano vai disponibilizar 171.756 vagas, um terço a mais em relação a janeiro do ano passado, quando foram abertas 129.279 vagas.

Também são maiores o número de instituições participantes (passou de 101 para 115) e o número de cursos oferecidos (de 3.751 para 4.731).

Somente poderá se inscrever no processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2014 o estudante que tenha participado da edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e que tenha obtido nota acima de zero na prova de redação. O Ministério da Educação anunciou que vai divulgar a nota do Enem até o final desta semana. Pela lei federal de cotas, o Sisu deve reservar pelo menos 25% das vagas para alunos que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas.

Assim como nos últimos anos, o Nordeste e o Sudeste, juntos, concentram dois terços das vagas disponíveis. O Nordeste tem 67.899 vagas, o que corresponde a 37,5%. O Sudeste tem 48.081 vagas (28%). A região Sul tem 22.367 vagas (13%), o Centro-Oeste tem 21.608 (12,6%), e o Norte, 11.801 (6,9%).

Minas Gerais é o estado com o maior número de vagas disponíveis (20.029), seguido por Rio de Janeiro (16.740), Bahia (12.459), Rio Grande do Sul (12.062), Paraíba (11.619) e São Paulo (10.304). O Tocantins é o estado com menor número de vagas: 624.

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) é a instituição que oferece o maior número de vaga pelo Sisu: 7.555. Em seguida estão as federais do Ceará (UFC), com 6.378 vagas; Bahia (UFBA), 5.938; Sergipe (UFS), 5.440; e Mato Grosso (UFMT), 5.408.

VEJA AS INSTITUIÇÕES QUE VÃO OFERECER VAGAS NO SISU DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014



UF


Instituição


Acre


(2.650 vagas)
IFAC – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Acre

UFAC – Universidade Federal do Acre


Alagoas


(5.499 vagas)
IFAL – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia de Alagoas

UFAL – Universidade Federal de Alagoas


Amazonas


(2.868 vagas)
IFAM – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Amazonas

UFAM – Universidade Federal do Amazonas


Amapá


(795 vagas)
IFAP – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Amapá

UNIFAP – Universidade Federal do Amapá


Bahia


(12.459 vagas)

IFBAIANO – Instituto Federal de Educação,
Ciência e Tecnologia Baiano

IFBA – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia

UNEB – Universidade do Estado da Bahia

UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz

UESB – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

UFBA – Universidade Federal da Bahia

UFRB – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia


Ceará


(8.417 vagas)
IFCE – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Ceará

UNILAB – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia
Afro-Brasileira

UFC – Universidade Federal do Ceará


Distrito Federal


(2.069 vagas)
IFB – Instituto Federal de Educação, Ciencia e
Tecnologia de Brasilia

UNB – Universidade de Brasília


Espírito Santo


(1.008 vagas)
IFES – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Espírito Santo


Goiás


(3.476 vagas)
IFG – Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia De Goiás

IF GOIANO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
Goiano

UFG – Universidade Federal de Goiás


Maranhão


(3.788 vagas)
IFMA – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Maranhão

UFMA – Universidade Federal do Maranhão


Mato Grosso


(8.057 vagas)

IFMT – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia de Mato Grosso

UNEMAT – Universidade do Estado de Mato Grosso

UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso


Mato Grosso do Sul


(8.006 vagas)

UFGD – Fundação Universidade Federal Da Grande
Dourados

IFMS – Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia De Mato
Grosso Do Sul

UEMS – Universidade Estadual De Mato Grosso Do Sul

UFMS – Universidade Federal De Mato Grosso Do Sul


Minas Gerais


(20.029 vagas)

CEFET/MG – Centro Federal de Educação
Tecnológica de Minas Gerais

IFTM – Instituto Federal de Educação, Ciência d Tecnologia do
Triângulo Mineiro

IFMG  – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas
Gerais

IFNMG – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte
de Minas Gerais

IFSEMG – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do
Sudeste de Minas Gerais

IF SUL DE MINAS – Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia do Sul de Minas Gerais

UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais

UNIFAL-MG – Universidade Federal de Alfenas

UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá – Unifei

UFJF – Universidade Federal de Juiz De Fora

UFLA – Universidade Federal de Lavras

UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais

UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto

UFSJ – Universidade Federal de São João Del Rei

UFU – Universidade Federal de Uberlândia

UFV – Universidade Federal de Viçosa

UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro

UFVJM – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri


Pará


(3.694 vagas)

IFPA – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Pará

UFPA – Universidade Federal do Pará

UNIFESSPA – Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

UFRA – Universidade Federal Rural da Amazônia


Paraíba


(11.619 vagas)

IFPB – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia da Paraíba

UEPB – Universidade Estadual da Paraíba

UFPB – Universidade Federal da Paraíba


Pernambuco


(4.658 vagas)
UNIVASF – Fundação Universidade Federal do
Vale do São Francisco

IFPE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de
Pernambuco

IF SERTAO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do
Sertão Pernambucano

UFPE – Universidade Federal de Pernambuco

UFRPE – Universidade Federal Rural de Pernambuco


Piauí


(8.765 vagas)
IFPI – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia do Piauí

UESPI – Universidade Estadual do Piauí

UFPI – Universidade Federal do Piauí


Paraná


(8.417 vagas)

FECEA – Faculdade Estadual de Ciências
Econômicas de Apucarana

IFPR – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná

UNIOESTE – Universidade Estadual do Oeste do Paraná

UNILA – Universidade Federal da Integração Latino-Americana

UFPR- Universidade Federal do Paraná

UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná


Rio de Janeiro


(16.740 vagas)
CEFET/RJ – Centro Federal De Educação
Tecnológica Celso Suckow da Fonseca

UEZO – Centro Universitário Estadual da Zona Oeste

ENCE – Escola Nacional de Ciências Estatísticas

FAETERJ PARACAMBI – Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do
Rio de Janeiro

FAETERJ PETRÓPOLIS – Faculdade de Educação Tecnológica do Estado do
Rio de Janeiro

FAETERJ RIO DE JANEIRO – Faculdade de Educação Tecnológica do Estado
do Rio de Janeiro

IFRJ – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de
Janeiro

IF FLUMINENSE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
Fluminense

ISERJ – Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro

ISEPAM – Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert

UENF – Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

UNIRIO – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro

UFF – Universidade Federal Fluminense

UFRRJ – Universidade Federal Rural Do Rio De Janeiro


Rio Grande do Norte


(7.049 vagas)

IFRN- Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia do Rio Grande do Norte

UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

UFERSA – Universidade Federal Rural do Semi-Árido


Rio Grande do Sul


(12.062 vagas)
UFCSPA – Fundação Universidade Federal De
Ciências Da Saúde De Porto Alegre

UNIPAMPA – Fundação Universidade Federal Do Pampa – Unipampa

IFRS – Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Rio
Grande Do Sul

IFFARROUPILHA – Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia
Farroupilha

IFSUL – Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia
Sul-Rio-Grandense

UERGS – Universidade Estadual Do Rio Grande Do Sul

UFPEL – Universidade Federal De Pelotas

UFSM – Universidade Federal De Santa Maria

FURG- Universidade Federal Do Rio Grande


Rondônia


(12.062 vagas)
IFRO – Instituto Federal de Educação Ciência e
Tecnologia de Rondônia


Roraima


(12.062 vagas)
IFRR – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia de Roraima

UFRR – Universidade Federal de Roraima


Santa Catarina


(1.888 vagas)
UDESC- Fundação Universidade do Estado de
Santa Catarina

IFSC – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa
Catarina

IF CATARINENSE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia
Catarinense

UFFS – Universidade Federal da Fronteira Sul


Sergipe


(5.645 vagas)

IFS – Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia de Sergipe

UFS – Universidade Federal de Sergipe


São Paulo


(10.304 vagas)

UFABC – Fundação Universidade Federal do ABC

IFSP – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São
Paulo

UFSCAR – Universidade Federal de São Carlos

UNIFESP- Universidade Federal de São Paulo


Tocantins


(624 vagas)

UFT – Fundação Universidade Federal eo
Tocantins

IFTO – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do
Tocantins

UNITINS – Universidade do Tocantins

Fonte: MEC/Inep

Como participar
Ao acessar o sistema, os estudantes poderão checar todas as vagas disponíveis para a seleção. Porém, cada estudante só poderá se inscrever em duas opções de vagas. No ato da inscrição, será preciso escolher, em ordem de preferência das vagas, a instituição, o local de oferta, o curso e o turno em que ele é ministrado.

Entre a próxima segunda-feira (6) e as 23h59 do dia 10 de janeiro, o estudante poderá trocar suas opções no sistema quantas vezes quiser, e também cancelar sua inscrição. Durante o período, o Sisu informará a nota de corte de cada curso e turno, ou seja, a nota mínima no Enem para ser aprovado naquele curso, segundo o número total de inscritos e o número de vagas oferecidas. O Sisu considera apenas as últimas opções cadastradas no momento do fechamento das inscrições.

Cotas para alunos da rede pública
Na hora de fazer as duas opções de vaga, o candidato deve escolher uma das três modalidades de concorrência: a concorrência pelo sistema de cotas que segue a lei federal, a concorrência pelo sistema de ação afirmativa determinado pela instituição de ensino que oferece a vaga, e a ampla concorrência.

Pela lei federal de cotas, em 2014 pelo menos 25% das vagas de cursos em instituições de ensino superior públicas devem ser destinadas a alunos oriundos de escola pública. Dentro desse grupo, metade das vagas serão reservadas a estudantes com renda familiar de até 1,5 salário-mínimo. Outra parte será ocupada por alunos negros, pardos e indígenas, em divisão feita proporcionalmente à porcentagem de negros, pardos e índios na população do estado da instituição, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar de as instituições serem obrigadas a oferecer pelo menos 25% das vagas nessas condições no próximo ano, elas são livres para aplicar outras medidas de ação afirmativa com as demais vagas. No primeiro semestre de 2013, as universidades federais brasileiras já reservavam em média 30% das vagas do Sisu e do vestibular tradicional para cotistas.

Resultados
No dia 13 de janeiro será divulgada a primeira chamada do Sisu do primeiro semestre de 2014. Os candidatos aprovados deverão fazer a matrícula nos dias 17, 20 e 21 de janeiro nas instituições de ensino que oferecem as vagas, apresentando os documentos exigidos por elas e pela lei federal de cotas.

A segunda chamada será divulgada no dia 27 de janeiro, e a matrícula deverá ser feita nos dias 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro.

Os candidatos que não forem convocados nas duas chamadas terão entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro para manifestar interesse em participar da lista de espera, usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que ainda estiverem abertas.

Cronograma do Sisu 2014
Início das inscrições: 6 de janeiro
Fim das inscrições: 10 de janeiro (às 23h59 do horário de Brasília)
Primeira chamada: 13 de janeiro
Matrícula da primeira chamada: 17, 20 e 21 de janeiro
Segunda chamada: 27 de janeiro
Matrícula da segunda chamada: 31 de janeiro, 3 e 4 de fevereiro
Inscrição na lista de espera: 27 de janeiro a 7 de fevereiro (às 23h59)

Gostou? Então ajude a divulgar. Compartilhe!
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top